Kirk Hammett na década de 1980

Introdução

Kirk Hammett, famoso guitarrista da banda de heavy metal Metallica, teve uma carreira brilhante na década de 1980. Neste artigo, exploraremos em detalhes os principais aspectos da vida e carreira de Hammett durante essa década marcante para o gênero musical. Desde sua entrada no Metallica até os lançamentos de álbuns icônicos, vamos mergulhar na trajetória de Kirk Hammett nos anos 80.

1. A entrada no Metallica

Kirk Hammett ingressou no Metallica em 1983, substituindo Dave Mustaine como guitarrista solo. Mustaine foi demitido da banda devido a diferenças criativas e problemas pessoais. A entrada de Hammett trouxe uma nova energia para o Metallica e marcou o início de uma era de sucesso.

2. O álbum “Kill ‘Em All” (1983)

Em 1983, o Metallica lançou seu álbum de estreia, “Kill ‘Em All”, com Kirk Hammett como guitarrista. O álbum foi um marco no cenário do heavy metal, apresentando um som agressivo e veloz. Hammett mostrou seu talento com solos de guitarra impressionantes, contribuindo para o sucesso do álbum.

3. O sucesso de “Ride the Lightning” (1984)

Em 1984, o Metallica lançou seu segundo álbum, “Ride the Lightning”. Esse álbum consolidou a posição da banda como uma das principais representantes do thrash metal. Kirk Hammett continuou a demonstrar sua habilidade técnica e criatividade nos solos de guitarra, tornando-se uma figura admirada entre os fãs e críticos.

4. “Master of Puppets” (1986) e a consagração

Em 1986, o Metallica lançou o álbum “Master of Puppets”, considerado por muitos como um dos melhores álbuns de metal de todos os tempos. Kirk Hammett desempenhou um papel fundamental na criação desse trabalho, contribuindo com riffs poderosos e solos intensos. O álbum foi um sucesso comercial e crítico, consolidando ainda mais a posição do Metallica como uma das maiores bandas de metal do mundo.

5. O trágico acidente de Kirk Hammett

Infelizmente, em 1986, Kirk Hammett sofreu um acidente de ônibus durante a turnê do Metallica na Suécia. Esse acidente resultou em uma lesão no pulso esquerdo de Hammett, o que o obrigou a aprender a tocar guitarra novamente. Apesar desse revés, Hammett superou a adversidade e voltou a tocar com ainda mais força e determinação.

6. O álbum “…And Justice for All” (1988)

Em 1988, o Metallica lançou o álbum “…And Justice for All”, que marcou uma mudança significativa no som da banda. Kirk Hammett explorou novas técnicas e abordagens em suas performances de guitarra, resultando em solos mais melódicos e complexos. Esse álbum também foi bem-sucedido, consolidando ainda mais a reputação de Hammett como um dos melhores guitarristas do heavy metal.

7. O legado de Kirk Hammett nos anos 80

O legado de Kirk Hammett nos anos 80 é inegável. Sua entrada no Metallica trouxe uma nova dimensão à banda, impulsionando seu sucesso e influenciando toda uma geração de guitarristas. Seus solos de guitarra virtuosos e sua criatividade marcaram época, tornando-o uma figura icônica do heavy metal.

Conclusão

Kirk Hammett teve uma carreira brilhante na década de 1980, contribuindo significativamente para o sucesso e a evolução do Metallica como uma das maiores bandas de heavy metal do mundo. Seus solos de guitarra memoráveis e sua habilidade técnica o consolidaram como um dos melhores guitarristas da história do gênero. O legado de Hammett nos anos 80 continuará a inspirar músicos e fãs por muitas gerações.


Deixe um comentário