A História do Beijo Entre Hermione e Draco

Desde o lançamento da série de livros “Harry Potter” pela autora J.K. Rowling, os fãs têm se apaixonado pelas aventuras e relacionamentos dos personagens. Um dos casais mais inesperados e polêmicos é o de Hermione Granger e Draco Malfoy. Embora suas interações tenham sido geralmente hostis, em um momento específico da história, eles compartilham um beijo que surpreendeu a todos os fãs. Neste artigo, exploraremos em detalhes a história desse beijo e seu impacto na trama de “Harry Potter”.

A Relação Entre Hermione Granger e Draco Malfoy

Para entender a importância do beijo entre Hermione e Draco, é necessário analisar a relação conturbada entre os dois personagens ao longo dos livros. Hermione Granger é uma das melhores amigas de Harry Potter e Ron Weasley, enquanto Draco Malfoy é o arquirrival de Harry e seus amigos. Desde o início, Hermione e Draco se veem como inimigos, pertencendo a casas diferentes em Hogwarts: Grifinória e Sonserina, respectivamente.

Draco frequentemente provoca Hermione, zombando de suas habilidades e origem trouxa. Por outro lado, Hermione é uma defensora dos valores da igualdade e justiça, e não hesita em confrontar Draco quando ele cruza a linha. Essa tensão entre os personagens cria um contraste emocional que é fundamental para o desenvolvimento da história.

A Evolução do Relacionamento

Ao longo dos livros, a relação entre Hermione e Draco passa por várias fases de evolução. Inicialmente, eles são meros oponentes, trocando insultos e provocações constantes. No entanto, à medida que a trama se desenvolve, surgem momentos em que os personagens são colocados em situações em que precisam se unir ou trabalhar juntos para alcançar um objetivo comum.

Um exemplo significativo dessa evolução é visto no sexto livro, “Harry Potter e o Enigma do Príncipe”. Hermione e Draco, junto com Harry, Ron e outros alunos, são nomeados monitores da escola. Essa nova responsabilidade os coloca em uma posição de autoridade e obriga-os a colaborar, mesmo que relutantemente. Durante esses momentos de trabalho em equipe, há uma quebra momentânea da hostilidade entre Hermione e Draco, permitindo que os leitores vislumbrem uma possível mudança na dinâmica de seu relacionamento.

O Beijo Surpreendente

O beijo entre Hermione e Draco ocorre no último livro da série, “Harry Potter e as Relíquias da Morte”. No contexto da história, Harry, Ron e Hermione estão disfarçados infiltrados na Mansão Malfoy, que é ocupada pelos Comensais da Morte. Draco, seu pai Lucius Malfoy e sua tia Bellatrix Lestrange estão presentes na mansão.

Em uma reviravolta inesperada, Hermione é capturada e levada para o porão da mansão, onde é torturada por Bellatrix. Draco, embora esteja do lado dos Comensais da Morte, demonstra certo desconforto com a situação. Ele parece ter um conflito interno entre a lealdade à sua família e aos seus próprios valores.

Quando Hermione é torturada, Draco não suporta ver sua dor e sofrimento. Ele se aproxima dela, demonstrando uma empatia inesperada, e a beija. Esse beijo é um momento de surpresa e tensão, pois quebra todas as expectativas sobre seus relacionamentos anteriores.

O Significado do Beijo

O beijo entre Hermione e Draco é um ponto de virada crucial na história de “Harry Potter”. Ele representa uma quebra nos padrões estabelecidos e desafia as noções de inimizade e ódio entre os personagens. Esse momento revela uma humanidade mais profunda em Draco e uma complexidade emocional em Hermione.

Além disso, o beijo também levanta questões sobre a natureza do amor e a capacidade de mudança das pessoas. Draco, inicialmente apresentado como um antagonista, revela seu lado mais vulnerável e compassivo. Isso contribui para sua redenção como personagem e permite que os leitores questionem a natureza do bem e do mal.

O Impacto na Trama

O beijo entre Hermione e Draco tem um impacto significativo na trama de “Harry Potter”. Ele cria um conflito interno em Draco, que começa a questionar suas próprias crenças e lealdades. Esse conflito é explorado ainda mais nas cenas finais do último livro, quando Draco é confrontado com a oportunidade de ajudar Harry e seus amigos a escaparem.

Além disso, o beijo também afeta Hermione, que precisa lidar com suas próprias emoções e sentimentos contraditórios em relação a Draco. Esse evento contribui para o crescimento e desenvolvimento dos personagens, à medida que eles enfrentam desafios cada vez maiores e aprendem a olhar além das aparências superficiais.

O Legado do Beijo Entre Hermione e Draco

O beijo entre Hermione e Draco continua sendo um dos momentos mais debatidos e discutidos pelos fãs de “Harry Potter”. Sua complexidade e significado têm sido objeto de análise e interpretação ao longo dos anos. A história do beijo destaca a capacidade da autora J.K. Rowling de criar personagens multifacetados e relacionamentos complexos, que vão além das convenções tradicionais.

Em conclusão, o beijo entre Hermione e Draco é um evento marcante na série “Harry Potter”. Ele desafia as noções de inimizade e ódio, revelando a humanidade e a capacidade de mudança dos personagens. Esse momento cria um impacto significativo na trama e no desenvolvimento dos personagens, deixando um legado duradouro na história da saga.

Deixe um comentário